Porque procurar um psicopedagogo? Qual sua atuação?

Pais e professores estão cotidianamente se deparando com “Problemas de Aprendizagem” com seus filhos e alunos. E o que fazer? A primeira resposta seria procurar um médico, e de preferência um Neuropediatra. Esta questão nos coloca frente a um paradigma.

Muitos profissionais ainda desinformados com relação à atuação psicopedagógica encaminham para a direção da escola os supostos problemas vividos em suas sala de aula para que chame a família e encaminhe ao profissional competente. E é aí que entra o trabalho do médico e a família sai satisfeita com uma bela receita nas mãos, ou seja, com a suposta cura. Será que não está na hora da sociedade se deixar informar sobre o que acontece na realidade?

O trabalho do psicopedagogo institucional e clínico se fixa na prevenção e diagnóstico da dificuldade da criança ou adolescente. Não queremos aqui confrontar com a atuação médica, mas sim propor uma atuação multidisciplinar, onde médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicopedagogos, e outros profissionais, atuam em equipe para ajudar o ser humano.

O trabalho psicopedagógico aqui destacado exige um olhar diferente para o ser humano, o psicopedagogo trabalha com uma nova escuta, com uma nova observação do ser humano. É preciso conhecer a prática psicopedagógica e valorizá-la, para que este profissional possa realizá-la com segurança e atender às necessidades daqueles que a buscam.

Danielle Manera Ramalho